quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Amigo

adj.

  1. Que sente amizade por.
  2. Simpático.
  3. Propício, favorável.

s. m.

  1. Pessoa à qual se está ligado por uma afeição recíproca.
  2. Partidário.
  3. Amásio.

(daqui)

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Contos de Fadas

Ontem, como se não tivesse nada de mais importante para fazer (que até tinha :P), deu-me para "googlar" o Festival da Eurovisão 2009. Isto quando se tem insónias é muito chato, e há que arranjar uma maneira de não me "passar", e em vez disso passar antes o tempo! Já tinha ouvido a nossa música, da autoria dos Flor-de-Lis, e achei que estava realmente muito boa, mas fiquei com o bichinho na orelha para conhecer o vencedor, uma vez que ainda não tinha ouvido falar dele (o que também se pode dever ao facto de eu andar sempre a leste das notícias e do mundo..). E eis que encontrei o vídeo da actuação do jovem (é só dois anos mais velho que eu) Alexander Rybak que, se ao início me fez pensar "como é que é possível que este rapazito (que até é girito :P) tenha ganho o festival??", depois acabou por me conquistar totalmente! Vejam só porquê..
Tem um estilo musical totalmente diferente do que estamos habituados a que nos vendam no mercado (algo na linha pop-folk, se não estou enganada), e que somos quase "formatados" a ouvir, e só por isso já vale o prémio! Mas confesso que não sei ao certo o que me conquistou.. A verdade é que quase consegui entrar nesta historia, neste "farytale", que ele descreve de uma forma tão simples, e ainda assim completamente cativante! Alexander é de uma simpatia extrema, a sua voz é incrível, o som do violino hipnotizante, o ritmo da canção è tão "colorido" que só apetece dançar... Acabei por "googlar" ainda mais, e descobri outras músicas da autoria dele, iguamente simples e ritmadas, que prendem tanto ou mais o ouvinte (a mim pelo menos prendeu) como a música que levou ao Festival da Eurovisão.
Pouco depois da sua participação na Eurovisão, Alexander Rybak lançou o seu primeiro album intitulado "Fairytales", que se tem revelado um sucesso por toda a Europa! Era sem dúvida um CD digno do meu dinheirinho.. ;)
Porquê? è diferente, cativante, sonhador, cheio de energia positiva...
Um tipo de música que nem toda a gente aprecia com certeza, mas que para mim foi das melhores coisas que tenho ouvido ultimamente.
(Um dia ainda aprendo a tocar violino assim!!! lool)

domingo, 25 de outubro de 2009

Almas

Tem sido difícil escrever alguma coisa, porque é-me difícil expressar por palavras todos os sentimentos e emoções que me têm assolado ultimamente. Por vezes, ao ler um poema ou ouvir uma música penso: "parece mesmo que ele entrou dentro do meu coração e conseguiu pôr por palavras aquilo que eu estou a sentir agora!".
Então, e como voltei a não consegui escrever nada de jeito, fica aqui um poema daquele que é um dos maiores escritores do nosso país:
Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.
Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.
Fernado Pessoa

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Perfeito Vazio

Encontrei este vídeo no meu PC no outro dia.

Nesta fase "chata" da minha vida, identifico-me imenso com a mensagem desta música.

video

A música é dos Xutos e Pontapés.

O vídeo é da autoria do meu amiguito André.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Em jeito de oração..

"Devemos ter o desejo de ser cada vez mais humildes, isto é, verdadeiros. Perceber que há uma grande distância e uma grande caminhada a fazer, é uma proposta ideal da qual devemos aproximar-nos cada vez mais, pela qual vale a pena lutar. Entender a humildade como sinónimo da verdade. Santa Teresa de Ávila disse que a humildade era viver em verdade. Esse é o dinamismo da humildade, ser cada vez mais verdadeiro consigo próprio, com os outros e com o mundo."
in MAGALHÃES, Vasco Pinto de - Onde Há Crise, Há Esperança.
(Está quase! O CF é já este fim-de-semana.. Estou em pulgas! :P)

domingo, 20 de setembro de 2009

=(

Andei demasiado tempo nas Nuvens...
Penso que está na hora de descer á Terra.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Pequenas Coisas..

"- Queres que te traga alguma coisa de Coimbra?
- Sim! Quero um passeio á beira rio, uma missinha no CUMN, um chupa-shot do moelas, uma baguete das Amarelas, a vista da varanda do Fórum e o toque da Cabra ao fim do dia.. Pode ser?"
Vou sentir falta destes "pormenores" um dia que deixe a "minha" cidade....

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.
Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.
O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.
E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.
Luís de Camões

Calcanhar de Aquiles

Ás vezes gostava de conseguir
usar mais a cabeça e a razão
em vez do coração..

domingo, 26 de julho de 2009

X-change!

È incrivel como as crianças/teenagers conseguem sempre tocar-nos de uma forma muito particular.
Sejam escuteiros, crianças de uma qualquer casa de acolhimento, ou os adolescentes lá da terrinha, acabamos sempre por aprender alguma coisinha com eles.
Adoro esta sensação de missão cumprida!

Foi uma semana especial!
Obrigada "pequenos/as" da macarena e dos jogos de cartas ao serão! :P

sábado, 11 de julho de 2009

Há coisas fantásticas, não há?

Há semanas em que penso que estou quase sozinha neste mundo cada vez mais "podre" e que o melhor que tenho a fazer é habituar-me á ideia.
E eis que, apenas numa noite tenho a prova (mais uma das muitas que vou tendo, felizmente) de que não estou assim tão sozinha quanto isso, e é apenas a saudade a dar "o ar da sua graça".
Numa só noite matei as saudades (só algumas das muitas que tenho) de um grande amigo meio "desligado" :P; de uma prima muito fofa, a minha companheira dos serões de filmes intermináveis, acompanhados de um balde de gelado Hagen Daz comido á colherada; consolei (ou tentei) a melhor amiga do mundo e fui consolada pelos amigos mais tontinhos e mais incríveis do universo!
Há lá melhor forma de adormecer?!

terça-feira, 7 de julho de 2009

Caros seguidores deste blog:

Não se assustem!
Fartei-me de tanto "cor-de-rosinha" e resolvi mudar (outra vez) o visual do blog.
Gosto dos balões. Implicam viagem, descoberta.
Próximo passo: Alterar o nome do Blog! Aceitam-se sugestões!

Uma noite para partilhar..

Não sou muito pessoa de pegar em papel e caneta e escrever o que me vai na alma, porque até acho que não sou grande escritora. Mas ontem, com uma hora para "matar" e a precisar de um desabafo, escrevi este texto (fraquinho em qualidade, mas rico em sentimento) no meu "notebook" novinho em folha:
"Hoje precisava de uma daquelas noites, com um daqueles amigos que só de nos olhar nos olhos percebe a inquietação que nos vai na Alma.
Uma daquelas noites em que as palavras só saem a "saca-rolhas", mas não importa o pouco tempo que se tem ou o que há para fazer cedo no dia seguinte, porque o tempo com um daqueles amigos é demasiado precioso para se perder, mesmo que isso signifique que se durmam apenas umas escassas horas.
Daquelas noites em que tudo o que se diz nos marca, talvez para o resto de uma vida, e nas quais tomamos decisões importantes que nunca conseguiríamos tomar sem a ajuda de um daqueles amigos que, seja com uma palavra mais dura ou uma mais doce nos ajuda a encontrar o caminho certo.
Uma daquelas noites em que tudo o que precisamos é que "nos salte a tampa", e que um daqueles amigos esteja lá para nos confortar e ser a "almofada" que nos enxuga as lágrimas.
Não estou a pedir muito..
Apenas uma daquelas noites, com um daqueles amigos que sabem sempre como nos aquecer a Alma. Noites atribuladas e cheias de emoção mas que nos deixam o coração quente e a transbordar. Noites para sempre memoráveis."

Esta é só uma noite para partilhar
qualquer coisa que ainda podemos guardar cá dentro
um lugar a salvo para onde correr quando nada bate certo
e se fica a céu aberto sem saber o que fazer
Esta é uma noite pra comemorar
qualquer coisa que ainda podemos salvar do tempo
um lugar pra nós onde demorar
quando nada faz sentido e se fica mais perdido
e se anseia pelo abraço de um amigo
Esta é uma noite para me vingar
do que a vida foi fazendo sem nos avisar
foi-se acumulando em fotografias
em distâncias e saudade
numa dor que nunca cabe e faz transbordar os dias
Esta é uma noite para me lembrar
que há qualquer coisa infinita como o firmamento
um sorriso, um abraço que transcende o tempo
e ter medo como dantes
de acordar a meio da noite
a precisar de um regaço
(Mafalda Veiga)

sexta-feira, 3 de julho de 2009

A propósito de pessoas Estrela e pessoas Cometa..

Fazem me tanta falta as minhas estrelinhas!

Mas a distância é tanta que ás vezes tenho medo que virem cometas :(

domingo, 28 de junho de 2009

Sentire

Pensas que eu sou um caso isolado
Não sou o único a olhar o céu
A ver os sonhos partirem
À espera que algo aconteça
A despejar a minha raiva
A viver as emocões
A desejar o que não tive
Agarrado as tentacões
E quando as nuvens partirem
O céu azul ficará
E quando as trevas se abrirem
Vais ver, o sol brilhará
Vais ver, o sol brilhará
Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu
Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu
Pensas que eu sou um caso isolado
Não sou o único a olhar o céu
A ouvir os conselhos dos outros
E sempre a cair nos buracos
A desejar o que não tive
Agarrado ao que não tenho
Não, não sou o único
Nao sou o único a olhar o céu
E quando as nuvens partirem
O céu azul ficara
E quando as trevas abrirem
Vais ver, o sol brilhará
Vais ver, o sol brilhará!
Ontem fui ver mais um concerto dos Xutos e Pontapés. E já vi tantos que lhes perdi a conta!
Foi esta música que me ficou na cabeça, porque descreve perfeitamente o meu estado de espírito.
A música tem isso de bom. Há sempre alguma que consegue explicar o que nós por palavras não conseguimos.

sábado, 27 de junho de 2009

LOST

Hoje é um daqueles dias.. Dias complicados, em que penso: eu devo ter nascido com algum defeito de fabrico. Ou isso, ou escolhi o percurso errado, na hora errada, talve pelas razões erradas.. Hoje sinto que não é nada disto que quero para mim..
Apetece-me pôr a mochila ás costas e partir!
Preciso de me encontrar, porque de momento estou mesmo perdida.. algures..
Se perguntarem por mim, digam que voei...
Para a Lua!!

domingo, 14 de junho de 2009

Há dias assim..

O Primeiro Dia - Sérgio Godinho

Ontem ouvia esta musica no rádio, e pensava: ora aqui está um bom pensamento para esta nova fase que se aproxima.. É pena que custe tanto deixar o que fica para trás..

"Coimbra: Tão fácil chegar, mas tão difícil de deixar.."

quarta-feira, 13 de maio de 2009

«Abraça-me Bem»

(Acho que não damos abraços suficientes hoje em dia..
É uma pena, porque muitas vezes eles valem mais do que palavras.)

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Campo vs Cidade

Adoro a liberdade que a natureza transmite. Já me tinha esquecido como sabe bem. E faz me falta..

Costumava considerar-me uma "pessoa do campo". Mas acho que estou a tornar me cada vez mais uma "pessoa da cidade".. E não tenho a certeza se gosto disso...

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Sem palavras.........

(in: shiuuu)

Quando eu penso que não tenho palavras, surge uma imagem que fala por si...

terça-feira, 5 de maio de 2009

Autenticidade

Ás vezes sinto me tão "anormal", Diferente das outras pessoas.. Não sei se isso é bom, ou mau. E ás vezes penso que podia ser uma pessoa "normal". Mas onde estaria a originalidade disso...?
Vivemos numa sociedade tão difícil e exigente, que quase nos obriga a ser alguém que não somos, só para sermos aceites, para sermos normais. E é tão cansativo, sermos NÓS, SIMPLESMENTE AUTÊNTICOS.
Portanto, se ser "anormal" é ser autêntico, então acho que gosto mesmo de ser anormal. porque as "minhas pessoas", a minha família, e os meus verdadeiros amigos gostam de mim assim tão anormal.
Obrigada pelos mimos, sorrisos, abraços que me enchem o coração e me ajudam a viver quando esta sociedade cruel me impele a desistir; Obrigada pelos sacrifícios que fazem (porque eu sei que os fazem!) só para me fazerem feliz;
Vocês são as "minhas pessoas"
A minha razão de (sobre)viver
Não saberia não vos ter..

domingo, 19 de abril de 2009

Estás feliz, ou és feliz?

Á parte da mensagem publicitária, acho este anúncio excepcional.. Pode ser que um dia também chegue aos 102, e possa dizer que a minha vida pareceu curta demais, mas foi plena de sorte e muitas coisinhas boas. Ainda tenho tanto para viver, tanto para aprender..

"Estás aqui para ser feliz.."

"Estás feliz, ou és feliz?"

É uma questão que surge tantas vezes..

segunda-feira, 13 de abril de 2009

What if..?

(in: Shiuuuu)
Passeámos. Tomámos café. Brincámos com os pacotes de açucar. 2 frases para mim, 2 para ti.

Foi uma tarde simples, e uma noite bastante louca! :) Mas os melhores momentos com os amigos são mesmo esses: Simples, e ao mesmo tempo Loucos.

sábado, 11 de abril de 2009

Antes e Depois

Sempre fui uma criança feliz. Podia não ter os brinquedos todos que queria (porque já na altura, a "vida estava difícil"), mas amor nunca me faltou, e sempre tive a sorte de ter uma família grande, cheia de primos da minha idade, que vinham cá frequentemente. Sabe-me tão bem recordar os momentos bons que passei com eles, as brincadeiras inocentes na terra da avó (com ela a ralhar depois porque desarrumávamos tudo), as rivalidades (sim, porque também as havia!). Não era preciso muitas "modernices e tecnologias" como hoje em dia para passarmos um dia bem passado, porque imaginação não nos faltava, e nós arranjávamos sempre qualquer coisa para fazer(mesmo que ás vezes desse em asneira! ;) ). As minhas primas, foram as irmãs que nunca tive; os meus primos os irmãos adicionais.. :) Hoje recordo estes momentos, com o coração pequenino e despedaçado.. Gostava que as coisas voltassem a ser com antes, ou então que eu voltasse a ser criança, para me proteger com o meu escudo de inocência e não ser atingida por toda esta hostilidade.
"O que foi não volta a ser, mesmo que muito se queira.." E por mais que eu tente nunca vou conseguir voltar a ter o meu conto de fadas, onde tinha muitos "irmãos", e a vida era simples, feliz e inocente.
(Disseram-me que escrever faz bem á alma.. Ainda bem, porque a minha está a precisar de mimos.)

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Change is Good!

Depois de alguns meses de bloqueio criativo, estou de volta, e "de cara lavada", como diz o povo! Para melhor muda-se sempre, mas nem imaginam a trabalheira que foi encontrar um "visual" que me agradasse! Pode ser que com esta nova imagem, as ideias até fluam melhor!
Obrigada amiga Aprendiz por todas as dicas, e pela disposição fantástica que tens de nunca dizer Não e estar sempre pronta pa ajudar . Se fosse outra pessoa, provavelmente mandar-me-ia pastar! (sim, pk eu nunca conseguiria fazer um blog tão bonitinho sozinha) ;)

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Fechado para Obras!

Há alturas em que nos falta a inspiração. E momentos que não sabemos como passar para palavras. Ou se calhar preferimos não passar. Tenho estado ausente por diversos motivos, mas talvez um dia volte a escrever e surja mais inspiração! De momento estou mesmo fechada para obras.